Executive Education

site consultorio2
 

As dicas e sugestões dos especialistas que podem ajudar a resolver casos e problemas que, no dia a dia, mais preocupam os decisores e gestores de negócios e equipas humanas.

O Executive Education é um serviço da EGOR, exclusivamente dedicado a empresas, que visa abordar e responder, sob total confidencialidade, a questões e problemas de natureza prática que, no âmbito da gestão das pessoas, se levantam com frequência a gestores e decisores.

O Dr. Amândio da Fonseca, Fundador e CEO da Egor, juntamente com uma equipa de profissionais especializada tentarão esclarecê-lo, de forma gratuita, com a maior brevidade possível.

Entre em contacto connosco se tem alguma questão que gostaria de resolver ou se precisa de algum esclarecimento prático.

 
Pedido de Informações - Executive Education
Nome (*)
Pf. preencha o seu Nome
E-mail (*)
O endereço de E-mail não é válido
Nº de Trabalhadores (*)
Pf. preencha o nº de trabalhadores da sua empresa
Distrito (*)
Pf. preencha o Distrito
Mensagem (*)
Por favor introduza uma mensagem
Funcao (*)
Pf. preencha o nome da Função que desempenha
Nome da Empresa
Invalid Input
Setor de Atividade (*)
Preencha o Setor de Atividade
Assunto (*)
Por favor introduza o assunto

Há cerca de dois anos, devido a significativos níveis de crescimento, a nossa empresa deu inicio a um programa intensivo de recrutamento. Dadas as circunstâncias optamos, em alguns casos por recomendações de pessoas conhecidas e noutros casos, pelos serviços de empresas especializadas a operar em regime de “success fee”.

O ritmo de crescimento e a falta de experiência da Direção de Pessoal levou a que, só depois de largamente ultrapassados o período experimental, se tenha concluído que, da dezena de recrutamentos efetuados, apenas dois ou três dos trabalhadores admitidos correspondem, nesta altura, às nossas expetativas.

Numa altura em que necessitamos novamente de recrutar alguns técnicos e um elemento para a Direção – apesar de, desta vez, termos optado pelo apoio de uma empresa especializada que nos dá garantias de qualidade no recrutamento, gostaria de saber se é possível detetar, com antecedência, alguns sinais indicativos de que estamos perante casos premonitórios de “ mau recrutamento” ?


A RESPOSTA DA EGOR:

Não existindo estatísticas fiáveis sobre os insucessos de recrutamento, o senso comum reconhece os elevados custos, financeiros e técnicos, resultantes de processos em que os colaboradores abandonam prematuramente a nova empresa ou daqueles em que as dificuldades de despedimento implicam a permanência de trabalhadores, que não sendo produtivos e não se integrando nas equipas de trabalho, se tornam fatores de desmotivação para quem os rodeia e ocasionam prejuízos sérios para a empresa.

 
Continuar...

Apesar de sermos uma empresa exportadora em acentuado crescimento e termos uma sólida posição no setor onde atuamos, temos vindo , desde 2016, a sentir grande dificuldade não apenas em evitar a saída de colaboradores qualificados, mas sobretudo a atrair as pessoas de que necessitamos para continuar a progredir.

A RESPOSTA DA EGOR:
A diáspora das centenas de milhares de trabalhadores qualificados que durante os anos da crise emigraram para outros países e o crescimento da economia em diversos setores está a provocar a queda das taxas de desemprego e leva a que, atualmente, os pratos da balança do recrutamento que, durante muitos anos pendeu para o lado dos empregadores tenha começado a inclinar-se para o lado dos empregados.

 
Continuar...

Somos uma empresa multinacional instalada em Portugal há muitos anos No grupo em que nos integramos a filial portuguesa, não sendo a mais importante em termos de negócio, destaca-se pela qualidade dos produtos e pelos resultados que apresenta.

A gestão das pessoas constitui uma das áreas que mais valorizamos. As nossas políticas de recrutamento são exigentes, mas os nossos gestores tendem a valorizar sobretudo as competências técnicas – onde se sentem mais à vontade – do que em garantir que a personalidade dos candidatos é a mais indicada, não apenas para preencher uma dada função, mas sobretudo para vir a fazer uma carreira internacional no grupo em que nos integramos.

É possível identificar os traços de personalidade mais importantes para um recrutamento de sucesso dos candidatos high flyer?

A RESPOSTA DA EGOR:
A consciência de que os soft skills são tão ou mais importantes que a proficiência técnica numa dada função é hoje consensual. São os soft skills que determinam a forma como as pessoas se adaptam e resolvem problemas, em que medida são confiáveis e demonstram capacidade para liderar e motivar as suas equipas.

 
Continuar...